Quer atenção

Pedidos de socorro mudo

Sorrisos que doem

Timidez quer ser notada

No silêncio a resposta

No corpo as frustrações

No mundo não existe

Na cabeça só a morte

No suicídio a solução

Após a morte se notou, era depressão!

A. J. Pereira
                                                             

Eu fiz

Eu fiz, não pensei em certo nem errado

Eu fiz, não pensei em rótulos nem em ser julgado

Eu fiz, sem pensar em consequência ou pecado

Eu fiz, não pensei se mudaria meu futuro e deixei todas as preocupações no passado

Eu fiz porque queria fazer, sem pressão ou medo de me arrepender

Eu fiz porque era uma oportunidade única que eu não podia perder

Fiz e faria de novo, na vida temos que arriscar, apostar todas as fichas e esperar pra ver.

A. J. Pereira

Respeite o amor

Não me imponha sua fé

Não me imponha seus castigos

Não me imponha os seus deuses

Não me ensine como amar

Eu amo do meu jeito e não venha me julgar

Dois homens sim, amor diferente, mas mesmo assim amor

Não procuro te convencer, te obrigar a entender

Busco amar com respeito e igualdade ter o direito de ser e não precisar me esconder

Espero que o amor te faça entender e não julgar

Respeite todas as formas de amar. 

A. J. Pereira

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora